ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...







quarta-feira, 26 de maio de 2021

COVID: Prefeitos do Vale do Ivaí se reúnem hoje para discutir medidas mais rigorosas

 


O presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi), prefeito Ylson Álvaro Cantagallo (PSD), o Gallo, de Faxinal, convocou na terça-feira à tarde uma reunião extraordinária de emergência com todos os 26 prefeitos que integram a associação. O encontro, que será de portas fechadas, está marcado para as 10 horas desta quarta-feira (26) em Ivaiporã.

A reunião será exclusivamente para discutir a pandemia da Covid-19, que avança a cada dia com aumento nos casos de contágio e de mortes em toda a região. Neste encontro é possível que os prefeitos tomem em conjunto medidas mais rigorosas visando conter o avanço do coronavírus, além das estabelecidas pelo novo decreto do governo do Estado assinado ontem.

Segundo o prefeito Gallo, a situação é bastante crítica, porque os casos de Covid aumentam, enquanto os principais hospitais do Vale do Ivaí, ou sejam, de Apucarana, Ivaiporã e Jandaia do Sul estão com seus leitos de UTI e enfermarias superlotados.

No seu entender, há necessidade que os municípios adotem medidas urgentes para conter o avanço da doença, porém é também necessário que todos os prefeitos estejam unidos nesta batalha e sigam o mesmo caminho.

Antes desta reunião, algumas prefeituras como Apucarana, Ivaiporã, São João do Ivaí e Godoy Moreira já baixaram decretos estabelecendo algumas medidas restritivas locais.

No último domingo (23), prefeitos da Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam) também se reuniram de forma virtual para discutir a possibilidade de adoção de um lockdown em conjunto, porém ainda não houve uma decisão de todos. O mesmo ocorreu em novo encontro realizado terça.

No entanto, o prefeito do município polo Campo Mourão, Tauillo Tezelli (Cidadania), adiantou que a sua Prefeitura vai fechar tudo a partir deste dia 27 (amanhã) até domingo, devendo funcionar apenas alguns setores essenciais.

Com a medida, todo o comércio, incluindo mercados e empresas do ramo da construção civil não poderão funcionar no período. Apenas indústrias continuarão. Já do dia 31 de maio a 6 de junho, todas as lojas continuarão proibidas de atendimento presencial ao público, mas estarão autorizadas a funcionarem no sistema delivery.

Informações TnOnline

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

LUNARDELLI

LUNARDELLI