ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!


CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...









quinta-feira, 20 de maio de 2021

Paraná pode estar caminhando para onda mais grave da pandemia, diz Fehospar

 


O número de casos de covid-19 voltou a subir no Paraná. O governador Ratinho Junior publicou na última segunda-feira, 17, um novo decreto que ampliou as medidas restritivas para tentar conter o avanço da doença. Segundo a Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado do Paraná (Fehospar), o Estado pode estar caminhando para uma nova onda da pandemia, que pode ser ainda mais grave que a observada em fevereiro e março deste ano.

Há uma preocupação com a nova cepa indiana da covid-19 (variante B.1.617), que foi detectada na Argentina, país que faz fronteira com os três Estados do Sul do Brasil: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“A análise das estatísticas, os gráficos e as demandas que estão chegando levam a crer que podemos estar começando a viver uma nova onda da pandemia. […] Normalmente, quando vem novas cepas ela vem mais agressiva, com características diferentes. Então se tiver uma nova onda, com uma cepa diferente, igual essa da Índia, que já foi constatada na Argentina, até pela taxa de ocupação e pela demanda que já está vindo nos hospitais, pode ser ainda mais grave, e pode ter reflexo realmente devastador na questão das estruturas de saúde”, detalhou o presidente da Fehospar, Rangel da Silva, em entrevista ao GMC Online. LEIA A MATÉRIA COMPLETA, CLIQUE AQUI

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI