ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!


CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...








quarta-feira, 3 de novembro de 2021

Quando as cancelas serão abertas e motoristas deixarão de pagar pedágio no Paraná?

 


Os motoristas de todo o Paraná já contam os dias para o fim dos atuais contratos de pedágio. O acordo se encerra no dia 27 de novembro e, segundo o Governo do Estado, às 0h do dia 28 de novembro, as cancelas deverão ser abertas em todas as praças de pedágio, permitindo com que os paranaenses trafeguem sem o pagamento das tarifas.

 


Até que os trechos sejam assumidos pelas concessionárias, o Paraná poderá ficar até 1 ano com as cancelas de pedágio abertas. A informação foi confirmada pelo secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Paraná, Guto Silva (PSD), durante evento em Maringá em agosto. Conforme o deputado estadual, o Estado se prepara para continuar oferecendo os serviços essenciais aos motoristas e mantendo a manutenção das rodovias enquanto a nova empresa não assume os serviços.


O modelo das futuras concessões foi decidido em conjunto entre o Governo do Paraná e a União. O anúncio foi feito ainda em agosto, durante um evento no Palácio do Iguaçu que contou com a presença do Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas. Foi decidido por um modelo de menor tarifa, sem limite de desconto e com a garantia de obras a partir de um seguro-usuário, que será proporcional ao desconto tarifário apresentado no leilão.

Além da menor tarifa, que poderá ser até 50% mais baixa que atual, o futuro modelo atende também outros dois critérios: transparência, com o leilão feito na Bolsa de Valores e aberto para participação de investidores de todo o mundo, e garantia de obras, com cerca de 90% delas sendo executadas já nos 7 primeiros anos de contrato.

Por causa de um impasse nas negociações entre o Ministério da Infraestrutura e o Governo Estadual, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) postergou a previsão de assinatura dos contratos da concessão das Rodovias Integradas do Paraná para o quarto trimestre de 2022.

Entenda melhor o novo modelo

Para ajudar o cidadão a entender melhor como se dará a nova concessão das rodoviais estaduais, a Agência Estadual de Notícias preparou, ainda em agosto, um guia completo sobre o assunto. Os futuros contratos serão divididos em em seis lotes, que totalizam 3,3 mil quilômetros de estradas. O conjunto é formado por estradas estaduais (35%) e federais (65%), com uma projeção inicial de R$ 44 bilhões em obras.

Além do modelo de menor tarifa, o contrato terá a mesma duração que o antigo, de 30 anos, vencendo as licitações as empresas que apresentarem o menor valor tarifário. Segundo projeções do Governo do Paraná, é aguardada uma redução, logo de cara, de até 30% nas tarifas de pedágio em todo o Estado. Esse desconto poderá ser progressivo, chegando de 45% a 50% em relação aos valores atuais. 

Conforme as projeções, um trecho onde a tarifa média é de R$ 16,30 pode ser leiloado com uma tarifa abaixo dos R$ 10. O projeto prevê ainda a instalação de 15 novas praças de pedágio em todo o Paraná.

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI