ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Paraná registra sete óbitos por H3N2, um no Vale do Ivaí


 

Mais 134 casos e sete óbitos em decorrência da H3N2 foram confirmados pela Secretaria estadual da Saúde no Paraná As informações foram extraídas nesta terça-feira (25) no Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL). Entre as mortes confirmadas pela Sesa está a de um paciente de Faxinal. A doença é um tipo do vírus da Gripe Influenza A e desde dezembro já registrou 1.650 casos e 55 mortes em 212 municípios do Estado.



Segundo informa informações da Saúde do município, o paciente é um idoso acamado de 85 anos. Ele foi internado no último dia 11 inicialmente no Hospital Juarez Barreto de Macedo, em Faxinal, e depois transferido para o Hospital da Providência de Apucarana, onde faleceu no último dia 23. O paciente era cardiopata e diabético.

Os novos óbitos foram registrados em Curitiba (2), Faxinal (1), Londrina (1), Nova Laranjeiras (1) e Ponta Grossa (2). Eles ocorreram entre os dias 5 e 23 de janeiro deste ano. As mortes referem-se a quatro homens e três mulheres com idades de 34 a 89 anos.


“Conseguimos esses dados semanalmente após investigação epidemiológica e sabemos que os números não representam a realidade. Devemos ter aproximadamente trinta vezes mais diagnósticos de gripe no Paraná do que temos registrado até agora”, afirma o secretário da Saúde, Beto Preto.

No último dia 12, o Paraná declarou estado de epidemia de H3N2, considerando o rápido contágio, direto ou indireto da doença. Normalmente o vírus da gripe circula durante os períodos mais frios, porém, este ano a infecção pela doença aumentou no verão, de maneira atípica.

“O vírus não escolhe idade ou um grupo. Temos registros de pessoas contaminadas de todos os perfis e óbitos de 19 a 100 anos. Mais do que nunca os cuidados como uso de máscaras, lavagem das mãos e principalmente a vacinação, são indispensáveis”, alerta o secretário.

CASOS

A Sesa também atualizou o número de casos confirmados de H3N2. Na região são 49 casos em sete municípios: Apucarana (24), Arapongas (11), Cambira (1), Faxinal (6), Jandaia do Sul (3), Manoel Ribas (3) e Mauá da Serra (1). Com o caso de Faxinal, a região soma agora 3 óbitos. Já foram registradas mortes em Arapongas e Marumbi.

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI