ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










domingo, 6 de fevereiro de 2022

Homem é suspeito de matar companheira, amarrar corpo em bicicleta e desovar em terreno

 


Já está na cadeia a disposição da justiça, o principal suspeito de ter matado a sarandiense, Adriana Aparecida Pereira, de 37 anos. A mulher foi morta a princípio por esganadura, e o corpo apresentava algumas lesões, principalmente em uma das pernas, indicando uma suposta lesão. Próximo ao corpo havia um pedaço de madeira com manchas de sangue.


O corpo foi encontrado por volta das 06h30 da manhã desse domingo, 6 de fevereiro, ao lado de um terreno baldio, situado no Jardim Monte Carmelo. Um cidadão foi até uma área de lazer, localizada nas proximidades, e se deparou com a mulher morta. Familiares da vítima compareceram no local e fizeram o reconhecimento do corpo. Segundo o pai da moça, a filha era alcoólatra, e fazia aproximadamente 15 dias que ele não a via.


Em uma breve conversa com o delegado Adriano Garcia que estava acompanhado do investigador Lincoln, o pai da vítima passou algumas informações a respeito do principal suspeito, que seria marido da sua filha. Com algumas informações em mãos o delegado e o investigador, saíram em diligências, e lograram êxito de localizar o principal suspeito. 

João Geraldo Araújo Ferreira, de 39 anos, companheiro da vítima, ocupava um veículo VW Gol, e estava na companhia de um outro rapaz, que seria amigo do suspeito. Segundo ele, ontem (sábado) a noite o amigo chegou na casa dele pedindo abrigo e relatando que a esposa havia falecido de infarto. Mas não comentou que havia assassinado a mulher.


O suspeito nega o crime, ele fala que a mulher sofreu um infarto fulminante e que na sequência ele colocou o corpo na garupa de uma bicicleta, amarrou e depois desovou a aproximadamente 400 metros do local em que o casal vivia.

João Geraldo já tem histórico de violência doméstica contra a ex-mulher, que segundo ele, também sofreu um infarto e faleceu. Na delegacia de Sarandi, o delegado autuou o suspeito em flagrante pelo crime de feminicídio.

Após o trabalho pericial, o corpo da mulher foi removido e encaminhado para o IML de Maringá. (Informações Corujão Notícias)

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI