ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










sexta-feira, 22 de abril de 2022

Agricultor mata o irmão a tiros e depois morre ao confrontar policiais na região


Uma briga por terra terminou em tragédia, na área rural da Localidade Rio da Gralha, no município de Laranjal, região de Pitanga, nesta quinta-feira (21).


De acordo com a Polícia Militar (PM), uma equipe foi acionada para prestar atendimento a uma situação de ameaça e ao chegar no local foi feito contato com o solicitante, que disse aos policiais que teria sido contratado por um homem de 46 anos para colher sua roça de milho, e que para chegar no trabalho precisaria passar pelo terreno, que segundo ele, o proprietário, de 52 anos, já teria dado a devida permissão para tal, e que o dono da máquina e o proprietário da terra eram irmãos. 
Porém, no momento que cortou os fios de arame para passar com sua colheitadeira, o proprietário veio até ele com uma foice em mãos e desferiu alguns golpes, mas não o atingiu. 

O homem abandonou a máquina no local e correu a pé até a propriedade que fica a aproximadamente 1000 metros do local da primeira discussão. Lá ele chamou a PM.

Já com os militares no local, o envolvido confirmou ter tentado acertar o invasor com golpes de foice. Ele disse também que não autorizou a passagem da máquina por sua propriedade e por isso atacou o homem com a foice.

Após conversar com as duas partes, sendo que  nenhum deles demonstrou interesse em representação, foi retirada a colheitadeira dali, ainda na presença dos policiais, e o proprietário da máquina avisou que se responsabilizava pelo conserto da cerca.

Apesar das informações contrárias, os ânimos dos irmãos foram acalmados e a equipe policial deixou o local. Pouco depois, os parentes voltaram a discutir e desta vez foi o dono da colheitadeira que agiu com violência. O homem de 46 anos, identificado como Osvaldo Galvão de Souza, sacou uma arma e disparou seis vezes contra o próprio irmão, Lauro Galvão de Souza, que morreu na hora. 


Segundo a polícia, ainda com a arma em punho, tentando efetuar a recarga de munições, o autor dos disparos não acatou quando os policiais mandaram ele soltar a arma, e após ir se afastando do local por cerca de 100 metros de acompanhamento a pé, se virou em direção aos militares e apontou a arma. Os policiais revidaram, Osvaldo foi atingido e não resistiu.

O filho de um dos envolvidos relatou que seu pai teria uma arma de fogo em sua casa, uma Espingarda cal. 28 carregada com um cartucho, que também foi recolhida pela equipe.

Também chegou ao local a esposa do outro envolvido, a qual relatou que seu marido tinha mais munições em sua casa, além de uma outra arma de fogo. Sendo deslocado até a sua casa e apreendido um Rifle CBC calibre .22, 20 munições intactas cal. .22 e mais 40 munições cal. .38.

Segundo relatos, os irmãos já possuíam uma desavença anterior.

Informações: Coluna do Rato
 

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI