ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










quinta-feira, 9 de junho de 2022

Praça de pedágio de Arapongas é alvo de furtos e depredação; assista




Vidros quebrados, fiação furtada, pichações nas paredes, falta de segurança... O cenário é de depredação e abandono na praça de pedágio em Arapongas. O local está desativado desde novembro de 2021, quando acabaram as concessões de pedágio no Paraná e as rodovias voltaram para administração dos governos federal e estadual.

A reportagem visitou a praça de pedágio de Arapongas no início da tarde desta quinta-feira (9). O antigo prédio de apoio aos motoristas, onde ficavam os banheiros e a área de descanso, estão destruídos. Portas foram derrubadas e vidros estão estilhaçados. Nas cabines de cobrança, o cenário também é de depredação.  Toda a fiação do local foi furtada.

Durante a presença da reportagem, pessoas estranhas ao local transitavam livremente. À noite, segundo relatos obtidos pelo TNOnline, a situação é ainda pior. A escuridão completa,  por conta da falta de iluminação, facilita a ação dos criminosos e também gera riscos de acidentes. A praça de pedágio está vazia desde a saída dos funcionários da Concessionária Viapar, que era responsável pela estrutura. 

A depredação vem ocorrendo em praticamente todas praças de pedágio do Estado. Recentemente, a Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura Rodoviária e de Aviação Civil do Tribunal de Contas da União (TCU) enviou ofício à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) questionando que providências estão sendo tomadas pelos órgãos do governo federal quanto à situação de abandono das praças de pedágio e demais estruturas utilizadas pelas antigas concessionárias no Paraná.

O leilão das novas concessões das rodovias paranaenses deve ficar para o final deste ano, com início de operação em 2023. A ANTT está conduzindo o processo. Nesta quinta-feira, inclusive, a agência apresentou novo estudo ao TCU que prevê aumento de 23,3% nas tarifas do lote 2 dos novos pedágios do Paraná. Em maio, o órgão já havia previsto aumento de quase 30% nas tarifas do lote 1.

Em ambos os casos, a justificativa é o aumento de custos e a inflação. Os índices seriam aplicados sobre as tarifas básicas projetadas para as novas concessões. Outros quatro lotes devem ser concedidos, mas ainda não há cálculos oficiais sobre o aumento das tarifas dessas rodovias.

 POLÍCIA MILITAR

A Polícia Militar (PM) admite o problema de vandalismo e os furtos na praça de pedágio em Arapongas. “Estamos acompanhando de perto a situação e fazendo patrulhamento frequente para tentar impedir esse tipo de crime”, afirma a tenente Andressa Viana, responsável pelo setor de comunicação da 7ª Companhia Independente (CIPM).

A oficial pede que a população denuncie a presença de pessoas estranhas no local. “Nós realizamos patrulhamentos frequentes, mas é importante que as pessoas denunciem. É anônimo e seguro. Assim, juntamente com as investigações da Polícia Civil, vamos conseguir prender os autores desses furtos”, diz Viana. ASSISTA:  


Informações: TN Online





 

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI