ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










segunda-feira, 18 de julho de 2022

Hoje completa um ano da tragédia que matou seis pessoas no Rio Ivaí, em São João do Ivaí



 


Nesta segunda-feira (18), completa um ano da tragédia que resultou na morte de 6 pessoas no Rio Ivaí, na localidade de Água Verde, distrito de Ubaúna, em São João do Ivaí. 


“Nunca vou esquecer o momento que entraram em contato comigo naquela noite de domingo e todo drama vivida pelas famílias que aguardavam com expectativa que seus familiares ainda poderiam ser resgatados com vida. Com certeza, foi a reportagem que mais marcou meus 16 anos de profissão”, afirma o jornalista, Herithon Paulista. 


A reportagem do Canal HP entrou em contato com os sobreviventes e com alguns familiares, e eles estão bem, com saúde, mas o trauma permanece vivo. Os três heróis que salvaram Marcelo, Jéssica e João Vitor, também estão bem. Após o ocorrido, as famílias criaram um grupo de WhatsApp e adicionaram os pescadores, sendo que sempre se reencontram para confraternizar. 


Relembre o caso:

Um passeio no Rio Ivaí sem volta para seis pessoas: Alberony, Patrícia, Heloísa, Adalberto, Nicolas e Sophia. A tragédia que ocorreu na Água Verde, distrito de Ubaúna, em São João do Ivaí, jamais será esquecida por quem acompanhou toda a história. 

Nove pessoas estavam na embarcação, no dia do acidente. Um casal e uma criança de três anos conseguiram nadar até a margem e foram socorridos com vida.

As vítimas disseram aos bombeiros que o motor do barco falhou. Em seguida, alguns dos ocupantes pularam na água para evitar que a embarcação chegasse a um salto. Mas, o barco virou.

O local onde aconteceu o acidente é conhecido como Três Pousos. Na região, o rio se divide em três quedas d'água.

As vítimas desaparecidas são o dono do barco, a mulher dele e a filha de quatro anos, que moram em Ivaiporã, além de um homem e os dois filhos que têm 5 e 8 anos, e são moradores de Maringá.

Segundo os bombeiros, ninguém usava coletes salva vidas e o dono do barco não seria habilitado para navegar. Além disso, a embarcação tinha capacidade para quatro pessoas.



CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI