ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










domingo, 3 de julho de 2022

Paraná confirma primeiro caso de varíola dos macacos


A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) confirmou, neste domingo (3), o primeiro caso de monkeypox, conhecido como a varíola do macaco, no Paraná. De acordo com a pasta, o paciente é um homem, de 31 anos, morador de Curitiba, que viajou para São Paulo entre os dias 16 a 18 de junho.

 O caso estava sendo analisando juntamente com outros dois suspeitos, de Londrina e Cascavel, que continuam em investigação.

As amostras dos suspeitos foram coletadas e encaminhadas para o Laboratório Central do Estado (LACEN/PR), responsável pela articulação com o Ministério da Saúde para envio ao Laboratório de referência para casos desta doença, em São Paulo.

Na última quarta-feira (29), o secretário de estado da Saúde, César Augusto Neves Luiz, disse que não se pode traçar paralelo entre a Covid-19 e a varíola dos macacos. Em entrevista à Banda B, ele afirmou que a taxa de mortalidade é muito mais baixa e que o momento não aponta para qualquer risco de pandemia. 

Varíola dos macacos

A varíola dos macacos é uma doença viral e a transmissão entre humanos ocorre principalmente por meio de contato com lesões de pele de pessoas infectadas ou objetos recentemente contaminados. A infecção causa erupções que geralmente se desenvolvem pelo rosto e depois se espalham para outras partes do corpo.

Os principais sintomas envolvem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, linfadenopatia, calafrios e fadiga.

A doença já foi confirmada em outros estados, como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Informações: Banda B

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI