ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...










segunda-feira, 25 de julho de 2022

"Totinha", acusado de mandar matar o ex-prefeito de Fênix, Nego, vai a Júri popular nesta quarta (27)



Vai acontecer na manhã desta quarta-feira, dia 27 de julho, às 09 horas, o julgamento popular de Aristóteles Dias dos Santos Filho, popular “Totinha”, ex-vice e prefeito de Fênix depois que assumiu o município quando Manoel Custódio Ramos, o “Nego”, foi assassinado a tiros na porta de casa, em fevereiro de 2006. O julgamento vai acontecer no plenário do fórum da comarca de Engenheiro Beltrão e será aberto ao público.


Segundo apurou a reportagem da Coluna, os acusados pelo crime já haviam diso condenados em julgamento anterior, mas ficaram pouco tempo presos e o O Ministério Público não concordou com a pena imposta pela justiça e recorreu da decisão. O julgamento acabou anulado. 

 
Em 2009, quando Totinha já estava preso preventivamente há pouco mais de dois anos, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) revogou a prisão por excesso de prazo em prisão preventiva, e ele foi colocado e permaneceu em liberdade. 

Além do vice-prefeito, foram denunciadas mais duas pessoas envolvidas na morte, Sidnei Aparecido Farias e Luiz Pereira de Souza Júnior. Na época do crime, a Polícia apontou que o então prefeito “Nego” teria sido morto após tomar decisões à frente da prefeitura que desagradaram o  vice Totinha e Farias, que era o chefe do almocharifado municipal. 


Luiz Pereira de Souza Júnior, na época com 30 anos, teria sido o matador contratado por eles para executar o homicídio. O caso acabou descoberto quando policiais de Londrina prenderam Luiz em um hotel da cidade e ele delatou todo o esquema do crime. Luiz Pereira teria sido contratado por Sidney Farias por R$15 mil reais para matar o prefeito Nego, mas teria recebido apenas R$1.700,00. Escondido em Rondônia, Luiz Pereira veio ao Paraná para receber o restante do pagamento quando foi preso. Em depoimento à polícia, na época da prisão, o matador confessou a autoria do crime e apontou Sidney como mandante e o então atual prefeito, Aristóteles Dias dos Santos Filho, o Totinha,  como co-autor do homicídio.

Farias morre em 2021
Sidnei Aparecido Farias, 48 anos, no início da madrugada de 25 de junho de 2021 foi morto a tiros em um bar na cidade de Fênix. O crime não teve qualquer relação com a morte do ex-prefeito Nego e os acusados estão presos.




Morte do Nego aconteceu há 16 anos
Manoel Custodio Ramos (PMDB), na época com 51 anos e pai de três filhos, era prefeito de Fênix. Ele foi assassinado por volta das 23 horas do  sábado, dia 6 de fevereiro de 2006,  com quatro tiros, dois na cabeça e dois no tórax. O crime aconteceu minutos após estacionar o carro na garagem de casa, quando chegou com a namorada, uma jovem de 18 anos. Os dois voltavam de um churrasco com amigos e iriam em seguida para Barbosa Ferraz. O prefeito estacionou o carro na garagem e desceu para pegar uma garrafa de água e a moça ficou esperando no veículo.

Quando voltou, um homem que estava na calçada o chamou pelo apelido “Nego”, este homem era Luiz Pereira de souza Júnior. Assim que o prefeito se aproximou do portão, Luiz Pereira começou a atirar, atingindo o político quatro vezes. A arma usada foi um revólver calibre 38.

Histórico
Manoel Custódio Ramos era viúvo e tinha três filhos. O prefeito era do PMDB e assumiu a prefeitura em 2005 por decisão da Justiça. Segundo colocado nas eleições, quando perdeu nas urnas por apenas 8 votos, Nego tomou posse depois que o candidato eleito, Altair Molina Serrano, “Neno Molina”, do PFL, teve o mandato cassado, acusado de compra de votos.

Júri 
Sobre o julgamento popular, que vai acontecer nesta quarta-feira, dia 27 de julho de 2022, a reportagem da Coluna não conseguiu informações de onde o réu Aristóteles Dias dos Santos Filho, popular “Totinha”, se encontra, ou se estará presente no julgamento.

Informações: Coluna News

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI