ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!

ECONOMIA SEMPRE PERTO DE VOCÊ!


CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...

CONSTRUIR OU REFORMAR? ESSE É O LUGAR...








sábado, 17 de julho de 2021

Arrependido, jovem que não quis vacina tem os 2 pulmões transplantados

 


Um jovem norte-americano de 24 anos admitiu que se arrependeu de não ter tomado a vacina contra a covid-19 após desenvolver sintomas graves da doença e passar por uma cirurgia de transplante duplo de pulmão.

Blake Bargatze, que mora na Georgia, disse à família que estava preocupado com os efeitos colaterais dos imunizantes. Agora, ele e sua família estão incentivando outras pessoas a se vacinarem.


Blake acredita ter sido contaminado durante um show na Flórida, em abril. Segundo contou a família à rede de TV WSB, ele desenvolveu sintomas graves da doença e precisou passar por uma cirurgia de transplante duplo de pulmão. Passados três meses, ele permanece internado em uma UTI.

A mãe do rapaz, Cheryl Nuclo, disse que seu filho fumava cigarro eletrônico, mas não tinha doenças preexistentes. Ela disse que ele queria esperar para receber a vacina porque estava preocupado com os efeitos colaterais.

“Ele esperava que a vacina pudesse ser testada por 10 anos ou mais antes de tomar, como muitas pessoas também acreditavam”, revelou, acrescentando que espera que a história de seu filho possa persuadir outros que estão hesitantes. “Só não quero que mais ninguém passe por isso. É horrível”.

Na lista de candidatos a doação

Depois de contrair o vírus, Blake foi transferido para vários hospitais diferentes à medida que sua condição piorava. Ele foi colocado em uma máquina de ECMO, um dispositivo que oxigena o sangue de uma pessoa fora de seu corpo, permitindo que o coração e os pulmões descansem. Ele entrou na lista de candidatos a receber um transplante de pulmão e pôde fazer a cirurgia em junho.

Bargatze tomou a vacina para covid-19 alguns dias antes de seu transplante e também convenceu alguns membros da família hesitantes a se vacinar. Sua família disse que ele quer usar sua experiência para educar e encorajar outras pessoas a se imunizarem.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA informaram na semana passada que 99,5% das mortes por COVID-19 nos Estados Unidos estão agora entre pessoas não vacinadas. As autoridades de saúde pública continuam a recomendar que os americanos sejam vacinados, especialmente por causa da variante delta, que se espalha rapidamente.

CLIQUE AQUI PARA ENTRAR NO GRUPO DE WHATSAPP DO CANAL HP

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO JOÃO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

SÃO PEDRO DO IVAÍ

GODOY MOREIRA

GODOY MOREIRA

LUNARDELLI

LUNARDELLI